Atlético empata com Del Valle
Futebol, Futebol Nacional, Notícias

Atlético Mineiro encara Del Valle na Libertadores fora de casa rumo à vitória, mas empata o jogo

Pâmela Dias

Apesar das grandes expectativas, Atlético Mineiro empata com Del Valle em sua partida pelo Grupo D das Libertadores. 


Na última terça-feira (26/04), a equipe atleticana enfrentou o Del Valle fora de casa, no Equador, pelo grupo D das Libertadores. Essa foi a quarta experiência do time no país, a última vez também foi contra a mesma equipe, em 2016, quando o Atlético Mineiro ainda era comandado por Diego Aguirre e enfrentou sua quinta rodada nas Libertadores. Naquele início de ano, o Galo acabou por realizar uma das suas piores partidas, isso porque sofreu três gols no primeiro tempo, derrotado ao final por 3 a 2 com a força de Lucas Pratto e Junior Urso. 

A chegada do time no Equador era preocupante: até hoje, todos os três jogos realizados em terras equatorianas foram perdidas. Contudo, a expectativa era grande devido tanto ao histórico de conquistas que o Atlético Mineiro vêm acumulando neste ano, afinal, com Turco Mohamed, o time perdeu apenas uma vez fora de Belo Horizonte. Assim como, ao desempenho ruim do time de Del Valle, que venceu apenas duas de seis partidas, com três empates e uma derrota em 2022. 

Difícil mesmo, para nós, é explicarmos essa onda de sorte que o Atlético Mineiro passa, por sua vez, para o técnico Turco Mohamed, tem a ver com técnicas e estratégias que levam à vitória. Isso porque muitas das equipes mandantes tentam ir para cima do adversário e, com isso, o Galo aproveita dos espaços e fica com a bola. 

O importante para a vitória é o time adversário não se recuar, o que gera dificuldade para a equipe mineira em relação à posse e trocas de passes com a bola:

Porque tem mais espaço. Historicamente, a equipe, quando pressiona alto, os jogadores vão atrás da bola e conseguimos espaço. Quando o rival fica muito recuado, às vezes complica. Por isso, temos esses números. Para este jogo da Libertadores, teremos muitos jogadores descansados, com um pouco de tristeza pelo resultado (empate no Brasileirão), mas já com toda a energia para buscar um triunfo”, disse o treinador do Galo antes do jogo contra o Del Valle.

Apesar da expectativa de vitória do Atlético Mineiro, time equatoriano pressiona a equipe e consegue um empate na Libertadores. (Foto: Pedro Souza / Atlético-MG)

Os efeitos da altitude durante o jogo das Libertadores

Apesar da boa performance do Atlético Mineiro, o jogo no Equador, bem como em outros países como Bolívia, Peru e Colômbia, conta também com a capacidade física e de adaptação dos jogadores à altitude. Nesta terça, os jogadores sentiram o efeitos do ar rarefeito, que causa menos pressão atmosférica e gera menos oxigênio no pulmão dos atletas.

O time equatoriano, Del Valle, realiza seus jogos na cidade de Sangolquí, na região metropolitana da capital Quito, onde se localiza a 2.700 metros acima do nível do mar. Os efeitos fazem toda a diferença nos jogos, dado que as consequências da altitude costumam ser mais sentidas a partir de 2.400 metros. Em comparação ao jogo contra o Tolima, na estreia do time na Libertadores, é o dobro da altitude enfrentada na colombiana Ibagué, com 1,285 metros de altitude.

Após a partida, os bastidores do time postou que, durante o intervalo do jogo, foi necessário o uso de cilindros de oxigênio para os jogadores descansarem e obterem um resultado eficiente durante a partida. O clube atleticano foi para o intervalo com 1 a 0, com gol de Hulk, mas levou o empate na etapa final por Sornoza.

Nas entrevistas pós-jogo, o lateral Guilherme Arana, o técnico Antonio Mohamed e o próprio camisa 7 citaram a altitude como obstáculo para o Galo. Hulk revelou a sensação de atuar contra o ar rarefeito no Equador: “A gente sente bastante, é difícil. Quando dá um pique, demora um pouco pra recuperar. A equipe sofreu bastante nos primeiros minutos do segundo tempo, depois conseguimos retomar o controle do jogo, e depois no finalzinho voltamos a sofrer um pouco, é natural, jogando fora de casa.

O jogo: Atlético Mineiro empata com o Del Valle

O Atlético Mineiro teve um ótimo desempenho no incío do jogo. Hulk abriu o placar com 1 a 0, mas não conseguiu evitar o empate com a equipe equatoriana. Ambos os times agora possuem cinco pontos no grupo D da Libertadores, contudo, com o gol de Sornoza, Del Valle continua na chave da liderança e o Galo está na segunda colocação. 

Conforme a análise do jogo, a equipe mineira teve um início sólido, mas recuou, como afirmou ser uma dificuldade para Mohamed, o que permitiu que o Del Valle forçasse o ataque, pressionando o Galo, que isolou Hulk na frente, sem dar assistência ao craque do time. Assim, o meio do campo não conseguiu efetuar jogadas ofensivas e se preocupou em segurar a bola na defesa, impedindo a liderança do Atlético.

Não podemos afirmar que o jogo ou o resultado foi ruim, pois o Atlético segue na competição e jogará em casa, Belo Horizonte, em suas próximas três partidas. Porém, precisamos ficar atentos aos placares da Libertadores, pois com dois empates em três rodadas, o Atlético Mineiro não consegue vantagem sobre os demais concorrentes.

Dessa maneira, o primeiro lugar está nas mãos do Del Valle que, apesar de somar os mesmos pontos que o Galo, o time equatoriano fez mais gols, de cinco contra quatro.

Estamos contando com você no Mineirão, Galo

Pâmela Dias

Apaixonada por futebol desde criança, hoje tenho a oportunidade de escrever sobre ele. Gosto de ver jogos em bares, usar meu boné da sorte e vibrar quando um gol é feito. Sou atleticana de coração.
Ler todas as publicações de Pâmela Dias
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments