Léo Ortiz vibra com convocação. Foto: Lucas Figueiredo/ CBF
Futebol, Futebol de Seleções

Léo Ortiz vibra com nova convocação para a Seleção Brasileira: “Orgulho imenso de representar, mais uma vez, o meu país”

Siga-nos

Peça fundamental no setor defensivo e na construção de jogadas do Red Bull Bragantino, capitão do Massa Bruta foi chamado para os amistosos preparatórios para a Copa, contra Coreia do Sul e Japão, nos dias 2 e 6 de junho, na penúltima data Fifa antes do Mundial; Léo Ortiz vibra com convocação.


Em mais um capítulo especial na sua carreira, o zagueiro Léo Ortiz foi convocado para defender a Seleção Brasileira. Com performance reconhecida por prêmios individuais nas últimas competições em que participou e números que o destacam tanto no setor defensivo como na construção de jogadas de ataque do Red Bull Bragantino, o defensor foi chamado, nesta terça-feira (17), para os amistosos preparatórios para a Copa do Mundo, contra Coreia do Sul e Japão, nos dias 2 e 6 de junho, em Seul e Tóquio, respectivamente.

É a terceira convocação da carreira de Léo Ortiz, todas em um intervalo de menos de um ano. O atleta que chegou ao Red Bull Bragantino no início da parceria entre o clube e a empresa de bebidas, em 2019, não parou de evoluir desde então, tornando-se não apenas referência técnica do time e um dos líderes do elenco, como também alcançando o status de um dos principais defensores do país.

“Estou extremamente feliz com essa nova oportunidade. É um orgulho imenso poder representar, mais uma vez, o meu país. Preciso enaltecer o trabalho de todos aqui do Red Bull Bragantino, o clube que me dá toda a estrutura e o suporte necessário para continuar evoluindo. Sem eles, não estaria no nível que estou hoje. Sou muito grato também a Deus, a minha família e a todos os outros que me apoiaram em algum momento e seguem me apoiando para realizar esse sonho de vestir a amarelinha”, Léo Ortiz vibra com convocação.

“Podem ter certeza de que vou me dedicar ao máximo para justificar, não só essa chance, mas, quem sabe, no fim do ano, ter a honra de integrar o grupo que vai ao Qatar em busca do hexa. Como já disse outras vezes, ser convocado para defender a Seleção Brasileira é o desejo de toda criança apaixonada por futebol e, mais uma vez, estou tendo esse privilégio único”, completou Léo Ortiz.

Depois desses dois amistosos, Tite e a comissão técnica terão apenas mais uma data Fifa pela frente antes do Mundial, em setembro, quando a Seleção deve enfrentar a Argentina em jogo suspenso das Eliminatórias e possivelmente o México.

Bom aproveitamento defendendo e construindo jogadas

Aos 26 anos e vestindo a camisa do Red Bull Bragantino pela quarta temporada consecutiva, Léo Ortiz vem mostrando ser um jogador completo. Como zagueiro, segue provando ser um dos melhores e mais completos do Brasil. Não à toa, foi o único homem de linha a figurar na seleção das duas últimas edições do Campeonato Paulista, além de fazer parte dos times ideais do Brasileiro (Bola de Prata) e da Copa Sul-Americana do ano passado, quando foi convocado, pela primeira vez na carreira, para defender a Seleção, durante a disputa da Copa América. Posteriormente, foi chamado para as Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Mas não é só na defesa que Léo Ortiz se destaca. O camisa 3 possuí ótimo aproveitamento em outros fundamentos, como o de criação de jogadas, fazendo com que seja também uma das armas ofensivas do Massa Bruta. Não são raras as vezes em que o jogador é visto carregando a bola do campo de defesa ao meio-campo e dando passe ou um lançamento longo para seus companheiros.

De acordo com dados do site Sofascore, ninguém no Brasileiro ou na Libertadores dá tantas bolas longas para os companheiros como Léo Ortiz, que possuí ainda aproveitamento de quase 90% nos passes.

Ao todo, em 147 partidas pelo Massa Bruta, sendo 143 como titular, Léo Ortiz também já marcou nove gols e deu três assistências. Com ele em campo, o time saiu sem ser vazado 50 vezes e sofreu menos de um tento por embate (0,97).

Trajetória de protagonismo no Red Bull Bragantino

Léo Ortiz. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino;
Léo Ortiz. Foto: Ari Ferreira/Red Bull Bragantino;

Revelado no Internacional e com passagens por Sport e Red Bull Brasil, Léo Ortiz chegou ao Massa Bruta, em 2019, para ser um dos pilares da parceria entre a empresa austríaca e o Bragantino. E não decepcionou. Logo no primeiro ano, foi um dos principais nomes da campanha do título da Série B do Brasileirão, ajudando o time não somente a terminar a competição com a defesa menos vazada, mas, também, contribuindo com três gols para que a equipe tivesse o melhor ataque do torneio.

Em 2020, o camisa 3 manteve o alto nível. No primeiro semestre, ajudou o time a terminar a fase de grupos do Paulista com a melhor campanha geral e fez o gol do título do Troféu do Interior, na decisão, diante do Guarani.

Já na boa campanha no Brasileirão, se destacou como o maior desarmador (46) e interceptador (25), dentre todos os defensores que disputaram a competição, segundo dados do Footstats. Além disso, marcou três gols, foi o terceiro da sua posição com mais finalizações (17) e terminou o torneio com uma baixa média de faltas cometidas (0,6).

Em 2021, o zagueiro evoluiu, ainda mais. No Campeonato Paulista, entrou para a seleção da competição e foi fundamental para que o time terminasse a primeira fase com a defesa menos vazada, com apenas sete gols sofridos em 12 partidas.

Léo Ortiz vibra com convocação para a Seleção Brasileira

Léo Ortiz comemora renovação com o Red Bull Bragantino. Foto: Divulgação/RB Bragantino
Léo Ortiz comemora renovação com o Red Bull Bragantino. Foto: Divulgação/RB Bragantino

No segundo semestre, Léo Ortiz foi um dos destaques do Red Bull Bragantino, que terminou o Brasileirão em sexto lugar e avançou à final da Copa Sul-Americana. Nas duas competições, o zagueiro entrou para a seleção do campeonato. De quebra, ainda chegou à sua primeira convocação para a Seleção Brasileira, durante a Copa América, e foi lembrado novamente por Tite, em setembro, para as partidas das Eliminatórias.

O fato, aliás, fez com que Léo Ortiz se tornasse o primeiro atleta do Massa Bruta a ser chamado para a seleção principal desde o início da parceria entre o clube e a empresa. Se contarmos toda a história do time de Bragança Paulista, o último atleta convocado havia sido Alberto Félix, em amistoso às vésperas da Copa do Mundo de 1994.

Fut Content

Conteúdo jornalístico na palma da sua mão. Confira os destaques do futebol e veja o que os jogadores, técnicos e jornalistas têm a dizer sobre o dia a dia do maior esporte do planeta.
Ler todas as publicações de Fut Content
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments