Transfermarkt.
Futebol, Futebol de Seleções, Futebol Internacional, Futebol Nacional

O erro de confiar no valor de mercado baseado no Transfermarkt

Daniel Dutra
Siga-me

Jornais, empresários, dirigentes e clubes europeus. Todos, em grande parte, se baseiam no site Transfermarkt para saber o valor de mercado de um jogador de futebol. Contudo, essa fonte não passa de achismo.


Para quem acompanha o futebol de perto, provavelmente conhece o site Transfermarket e já pesquisou o valor de mercado de um jogador por lá. Isso porque ele é um dos sites mais famosos nesse assunto e, de certa forma, passa confiança. Pois quando sai uma notícia sobre valores, costuma vir dele, a base dos números.

Entretanto, é preciso ter muito cuidado. Primeiro porque é muito difícil para qualquer pessoa ou empresa, fazer uma estimativa como essa. Pois envolve diversos atributos como oferta e demanda por exemplo. Todo o mercado do futebol influencia no valor de um jogador, e é extremamente difícil calculá-lo. Por isso, os jornalistas investigativos Pepijn Keppel e Tom Claessens, do jornal holandês Follow the Money, ficaram curiosos e foram perguntar aos responsáveis pelo Transfermarkt, de onde vinham os valores de mercado.

Para explicar como são feitas as estimativas, usaram Martin Freundl como exemplo. Ele é um assistente social de 28 anos que se inscreveu no Transfermarkt em 2017 por achar que os valores na época, eram muito afastados da realidade. “Meu objetivo é fazer com que essa lacuna seja a menor possível. Eu penso nisso como uma espécie de jogo. Você faz uma previsão e é satisfatório provar que está certo.”

Como o Transfermarkt calcula o valor de mercado dos jogadores?

Transfermarket e o valor de mercado dos jogadores.
Freundl gerencia a planilha do Transfermarkt. Ele é responsável por determinar a avaliação de mercado de cada jogador da Bundesliga. Crédito: PEPIJN KEPPEL

Se formos resumir, a resposta é: achismo. Mas para explicar melhor, vale contar um pouco da história e destacar a versão oficial. O Transfermarkt foi criado em 2000 por Matthias Seidel, um engenheiro de computação alemão. No início, tudo não passava de um hobby, um lugar para coletar notícias sobre o Werder Bremen, seu clube de coração. Um ano depois, ele adicionou um banco de dados público contendo informações sobre jogadores, treinadores e ligas. No decorrer da década, o Transfermaerkt se tornou uma empresa e foi comprada por novos sócios.

Mas o que ninguém nunca havia perguntado, era de onde vinha cada valor de mercado. Por isso, o FDM foi atrás de Christian Schwarz, diretor do Transfermarkt para valores de mercado. Ao ser questionado, ele disse que o Trasnfermarket se baseia na teoria da “sabedoria das multidões”. Segundo a qual um grupo de pessoas toma decisões melhores do que um especialista sozinho. Para isso, eles contam com a ajuda de voluntários.

Para se ter uma ideia, os próprios responsáveis pelo Transfermarkt dizem para não levarem os valores do site a sério. Martin Freundl chamou de insanidade. Christian Schwarz diz que o método não é científico e que dirigentes não devem tomar decisões baseados nesses números.

O uso do Transfermarkt no futebol europeu

O valor de mercado do Transfermarkt como desculpa de dirigentes.
O Transfermarkt tornou-se uma desculpa para dirigentes, empresários e processos na justiça.

Em entrevista para a rádio catalã RAC 1, o então presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, comentou sobre a venda do brasileiro Arthur para a Juventus. Quando questionado se Arthur valia tanto dinheiro (72 milhões de euros), Bartomeu respondeu: “O valor do Transfermarkt era de 70 milhões de euros.” Nick Kersten, olheiro-chefe e vice-diretor do Nijmegen (NEC), diz que todo olheiro é “viciado” no Transfermarkt.

Entretanto, o site já foi motivo de discórdia. Um antigo consultor do Valencia apresentou queixa-crime contra o agente português Jorge Mendes, e o dono do clube, Peter Lim. O empresário encaminhou vários jogadores portugueses para o clube espanhol, e o consultor alegou que Mendes e Lim, haviam inflado ilegalmente sua avaliação de mercado. O Ministério Público indeferiu o caso alegando que as taxas de transferência pagas eram próximas dos valores de mercado estimados no Transfermarkt.

Outro atrito envolvendo o site, foi com outro português, dessa vez, o astro Cristiano Ronaldo. Em 2019, o jogador teve seu valor de mercado rebaixado para menos de 100 milhões de euros pelo site. Ao divulgar o novo valor no Instagram, o Transfermarkt recebeu a mensagem de que havia sido bloqueado pelo português.

Um erro da imprensa?

Valor de mercado do Transfermarket.
A imprensa utiliza o Transfermarkt como fonte tanto na televisão, quanto na internet.

Milhares de reportagens na mídia são feitas com valores baseados no Transfermarket. Todavia, como já entendemos, isso é um problema, pois não são valores confiáveis. Portanto, temos um sinal preocupante de como a imprensa se comporta. Enquanto ela deveria prezar por informações confiáveis, ela está desinformando ao compartilhar esses valores de mercado. Inclusive, a PressFut já cometeu esse erro duas vezes. Tentaremos não repetir pela terceira vez.

Os leitores não têm tempo hábil para analisar de onde vem esses dados. Por isso, é papel fundamental dos jornalistas, analisar cada detalhe. Rodrigo Capelo, jornalista especializado em negócios do esporte, disse que briga internamente para não usar valores de mercado do Transfermarkt no SporTV, sua emissora. Para ele, o site nunca foi uma referência e ele diz ainda, ter recusado participar de pautas que o envolveriam.

Quanto aos dirigentes, estão mais preocupados em usar números irrisórios a seu favor, como vimos no caso de Bartomeu. Ou seja, para eles, o site pode ser um grande aliado. Tanto clubes internacionais quanto clubes brasileiros, utilizam dessa ferramenta como base em relatórios e negociações. Mas ainda vale destacar, que esse é o único problema do Transfermarkt. Fora isso, o site é uma boa fonte de informação para os outros aspectos disponibilizados.

Daniel Dutra

Jornalista em formação e apaixonado por esportes. Juntei essas duas paixões para produzir conteúdo e valorizar a comunicação criando um portal para levar informação e gerar oportunidades.
Ler todas as publicações de Daniel Dutra
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments