Steven Zhang.
Futebol, Futebol Internacional

Steven Zhang: um jovem presidente no jogo da vida real

Recorde de receita, recorde de público, vice-campeã italiana e vice-campeã da Europa League. A Inter de Milão vai sendo reestruturada por Steven Zhang, presidente de apenas 29 anos.


No mundo dos games é bem comum as pessoas simularem carreiras de manager. Para jogos de futebol, existem alguns mais famosos, como: Football Manager e FIFA. Normalmente, os usuários são pessoas ainda jovens, com menos de 40 anos. Mas nem sempre idade é sinônimo de competência. Aliás, da mesma forma que pessoas mais velhas podem jogar videogame, pessoas mais jovens também podem estar preparadas para assumir um clube de futebol de verdade. Foi o que aconteceu com Steven Zhang, atual presidente da Inter de Milão, com apenas 29 anos.

A Suning Holdings, companhia de material eletrônico, assumiu a maioria das ações da Inter em 2016. O objetivo do grupo, era colocar a tradicional equipe de volta nas principais competições, o que aconteceu esse ano, com a equipe sendo vice-campeã da Europa League. Para isso, foi injetado uma grande quantidade de capital no clube. Por isso, a comparação inicial com jogos de manager. Entretanto, mesmo com todo um aporte financeiro, é de se destacar o trabalho do jovem Steven, pois sua administração está sendo bem feita. Por mais que a companhia seja de seu pai, o jovem chinês se preparou o suficiente para isso.

Filho de um dos homens mais ricos do mundo, Steven Zhang é formado em economia na Escola de Negócios Wharton, da Universidade da Pensilvânia. Sua estreia profissional, se deu trabalhando como analista em Morgan Stanley. Depois disso, foi integrado no Grupo Suning Holdings, de seu pai.

Da universidade para a presidência

Conte e Steven Zhang. Crédito: Getty Images
Conte e Steven Zhang. Crédito: Getty Images

Dois anos depois do grupo adquirir a maior parte da Inter de Milão, Steven Zhang, com apenas 26 anos, foi nomeado pela administração do clube como o novo presidente. Na ocasião, o jovem já havia inclusive preparado um projeto para a Inter. Steven entendia que o clube precisava se reformular por completo, e começou incluindo no projeto, a modernização do centro de treinamento, um novo estádio, e a expansão da marca Inter no mercado asiático. Por ser mais difícil, essa parte estrutural deve demorar mais, contudo, parcerias com a prefeitura de Milão e o rival Milan, começam a fazer essa bola rolar.

Na parte mais futebolística e administrativa, os resultados apareceram mais rápido. Steven contratou Giuseppe Marotta, ex-Juventus, para o cargo de diretor esportivo. Desde então, a Inter de Milão voltou a ter um elenco que brigue por alguma coisa. Ou seja, a equipe fez contratações como: Lukaku, Eriksen, Lautaro Martinez, Alexis Sanchez, Godin, De vrij, etc. O resultado apareceu em pouco tempo. Na liga nacional, conseguiu encurtar a distância para a Juventus sendo vice-campeã e, depois de 6 anos longe, o clube conseguiu se classificar nos últimos três anos para a Champions League. Por competições internacionais, acabou de ser vice-campeã da Euro League, voltando a disputar uma final do continente europeu.

Recordes da gestão Steve Zhang

Steven e Zanetti. Crédito: ANSA/Ansa - Brasil
Steven e Zanetti. Crédito: ANSA/Ansa – Brasil

Matérias Recomendadas:

Desde seu primeiro ano no clube, Steve Zhan ajustou diversas dívidas com a injeção de capital do grupo Suning Holdings, e aproximou alguns ídolos do clube. Javier Zanetti por exemplo, ganhou um cargo em uma das funções administrativas. Dessa forma, o clube voltou a apresentar bons resultados financeiros, conseguindo em 2019, um crescimento na receita de 20%, chegando então, a € 414 milhões (R$ 1,844 bilhão). Um recorde na história do clube.

Outro recorde batido na gestão Steven Zhang, foi o de público. Com a Inter brigando pelo título italiano (foi vice-campeã), o clube estava com a melhor média de público da sua história (61 mil espectadores) antes da pandemia. Portanto, atingindo aos poucos seus objetivos, Steven Zhang vai fazendo uma boa administração e a torcida volta a acreditar em dias melhores. Com o descontentamento de Messi no Barcelona, a Inter figura como um dos possíveis destinos do jogador. Por enquanto, apenas especulação que pode nem se concretizar, mas mostra que o clube voltou a ter força no mercado. Enfim, um jovem presidente vai reestruturando um tradicional clube.

Daniel Dutra

Jornalista em formação e apaixonado por esportes. Juntei essas duas paixões para produzir conteúdo e valorizar a comunicação criando um portal para levar informação e gerar oportunidades.
Ler todas as publicações de Daniel Dutra
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments