Carnaval FC: Botafogo Samba Clube.
Carnaval FC, Futebol, Futebol Nacional, Séries

Carnaval FC #3 – Botafogo Samba Clube

“O Botafogo é a paixão que me seduz, tua estrela solitária te conduz!” Assim chega o Botafogo Samba Clube para 2020, ano em que tenta se firmar no Carnaval carioca após uma boa estreia em 2019. Aos poucos, a escola vai conquistando o torcedor alvinegro.


Para terminar a primeira temporada dessa minissérie carnavalesca, chegou a vez de inverter os papéis. As primeiras matérias falaram de times do passado que não existem mais e seus nomes são reconhecidos hoje como grandes escolas de samba. Agora, retornaremos ao presente para encerrar o Carnaval.

Primeira matéria da série: Carnaval FC #01 – Mangueira, o time conhecido por sofrer a maior goleada da história do futebol brasileiro

Segunda matéria da série: Carnaval FC #2 – Vila Isabel, o primeiro time a disputar um jogo noturno na América

Conhecido por ser um dos times mais tradicionais do Brasil, o Botafogo tem uma história que se confunde com a da Seleção Brasileira, tendo ídolos reconhecidos mundialmente, não falta enredo para contar a história do clube.

Em 2019, estreou na Intendente Magalhães, o Botafogo Samba Clube. A nova escola de samba de torcedores botafoguenses. A agremiação substituiu a Tupy de Braz de Pina, tradicional escola que, assim como aqueles clubes, chegou ao fim.

Botafogo Samba Clube conquistou o torcedor

Apresentação Botafogo Samba Clube. Crédito: Emerson Pereira
Botafogo Samba Clube se apresentando no Estádio Nilton Santos na chegada de Honda. Crédito: Emerson Pereira

Sediada em Engenho de Dentro, onde fica o estádio do clube de futebol, a escola de samba ganha o carinho dos torcedores aos poucos. Mesmo com a grande maioria das pessoas já tendo suas agremiações favoritas, o alvinegro vai se encaixando no meio.

Aliás, esse é um dos grandes ensinamentos que o carnaval passa para a população que, infelizmente, quase não vemos no futebol: a harmonia. Torcedores e escolas de samba interagem entre si de forma amigável e com orgulho. Por isso, o Botafogo Samba Clube conquista um espaço nos corações dos torcedores que já torcem para alguma outra escola.

No entanto, falando da avenida, o campo e bola do carnaval, a escola de samba ainda precisa conquistar seu espaço no cenário carioca. Mas se depender dos integrantes, não vai demorar muito. O Botafogo estreou na Série D em 2019 com o enredo “Túlio, O Glorioso”. Uma homenagem ao atacante campeão brasileiro em 1995. Com um bom desfile, a equipe brigou pelo título até o final, mas ficou com o vice-campeonato, que deu o acesso ao Grupo Especial da Intendente Magalhães.

Com o bom resultado logo de cara, o Botafogo Samba Clube cresceu no conceito dos carnavalescos. Para a disputa do samba de 2020, nomes como Samir Trindade, Diego Nicolau (diretor da Beija-flor), Dudu Azevedo, Valtinho Botafogo (autor do samba da Portela em 2020), Marcelo Adnet (autor do samba da São Clemente em 2020) e até o ídolo Jairzinho participaram.

O hino escolhido foi uma junção de Dudu Azevedo e Marcelo Adnet. O enredo fala de uma torcedora ilustre, que é um dos maiores nomes da história da música brasileira: “Seria injusto não falar de você, Beth Carvalho. Esse é o Botafogo que eu gosto!”.

Por fim, assim como escolas de samba de São Paulo, o Botafogo Samba Clube é feito por torcedores que querem levar o nome do clube ao evento mais popular do mundo. Por enquanto, apenas com a intenção de reverenciar o clube. Com tantos torcedores bambas como Zeca Pagodinho e a própria Beth Carvalho, o alvinegro já está familiarizado com o samba. O samba reverencia o Botafogo.

Daniel Dutra

Jornalista em formação e apaixonado por esportes. Juntei essas duas paixões para produzir conteúdo e valorizar a comunicação criando um portal para levar informação e gerar oportunidades.
Ler todas as publicações de Daniel Dutra
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments